Prêmio Abraccine no 32º Cine Ceará

O Júri da Abraccine no 32º Cine Ceará, organizado em parceria com a Aceccine (Associação Cearense de Críticos de Cinema), foi composto pelas críticas Joice Scavone, Neusa Barbosa e Raiane Ferreira. O festival aconteceu de 7 a 13 de outubro, em Fortaleza.

O júri 100% feminino reconheceu os trabalhos de duas realizadoras: o prêmio de Melhor Longa Ibero-americano ficou com “Inseparáveis” (Las Cercanas), de María Álvarez (Argentina), enquanto o de Melhor Curta Brasileiro foi para “Infantaria”, de Laís Santos Araújo (Alagoas).

Leia as justificativas do júri:

MELHOR LONGA IBERO-AMERICANO: “INSEPARÁVEIS”

Divulgação

Pela delicadeza e respeito ao tempo do risco do real, o prêmio da crítica da Mostra Ibero-Americana de Longa-Metragem vai para o documentário “Inseparáveis” (Las Cercanas), da diretora, roteirista e montadora María Álvarez.

MELHOR CURTA BRASILEIRO: “INFANTARIA”

Divulgação

Pela precisão com que a diretora compõe um universo ao mesmo tempo mágico e muito real em torno de três mulheres que lidam com um assunto-tabu, o prêmio da crítica da Mostra Brasileira de Curta-Metragem vai para “Infantaria”, da diretora Laís Santos Araújo.

Júri da Abraccine no 32º Cine Ceará: Joice Scavone, Raiane Ferreira e Neusa Barbosa.
Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s