Melhores 2018 – Roma

O Melhor Longa Metragem Estrangeiro de 2018 segundo a Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine foi Roma de Alfonso Cuarón, escolhido pelos associados entre todos os filmes lançados no país durante o ano, incluindo em streaming e os lançados na TV por assinatura. Sobre Roma (clique no nome para ler o texto completo): “Mas…

Roma

Por Luciano Ramos A Roma deste filme não é aquela chamada de a “Cidade Santa”. Mas, de fato, um determinado bairro da Cidade do México, que o cineasta Alfonso Cuarón escolheu para ambientar e dar nome a este seu magnífico trabalho. Porque ele teria escolhidos os locais e o nome? O próprio filme vai dizer.…

Associação Brasileira de Críticos de Cinema elege os melhores filmes de 2018

Os longas-metragens Arábia e Roma, além do curta Guaxuma, foram os escolhidos como os melhores do ano de 2018 pelos associados da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema. A oitava edição anual do Prêmio Abraccine contemplou, mais uma vez, as categorias da produção nacional, no formato longo e curto, e de longas estrangeiros.…

Talent Press Rio

Pelo terceiro ano consecutivo, o Festival do Rio ofereceu o Talent Press, programa de capacitação e treinamento voltado para jovens jornalistas e críticos de cinema de países de língua portuguesa, fruto da parceria entre o Festival do Rio, o Berlinale Talents, o Goethe Institut e a Fipresci , contando com o apoio da Abraccine. O Talent Press Rio é parte…

O olhar dos outros

Roger Lerina* A despeito da heterogeneidade dos 17 títulos avaliados pelo júri do Prêmio Abraccine na 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, algumas tendências e linhas de força puderam ser percebidas entre esses primeiros filmes de realizadores brasileiros – recorte estipulado para o julgamento dos cinco integrantes da Associação Brasileira de Críticos de…

A menina de olhos grandes como a lua

Bianca Zasso* O músico e compositor gaúcho Nei Lisboa, em seu disco de 1988 intitulado Hein?!, fala na canção Rima Rica/Frase Feita, sobre uma menina de olhos grandes como a lua. Um verso que define bem a protagonista de Luna, primeiro longa de ficção do diretor Cris Azzi, exibido no quarto dia do 51º Festival…

Diário de um Festival

Marco Antonio Moreira Carvalho* O Festival de Brasília de Cinema Brasileiro chegou à sua 51º Edição com uma estrutura muito bem organizada e uma seleção de longas e curtas metragens que priorizam a diversidade de temas e de realizadores. Na abertura, tive a oportunidade de assistir a exibição de dois trabalhos em “Hors-Concours”: o curta…

Mulheres que resistem com e através do cinema

Samantha Brasil* Alguns temas perpassaram os filmes curados e programados na mostra competitiva da 51ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Chama a atenção que várias produções tenham, de forma direta ou oblíqua, abordado a paternidade ausente ou suprimida para falar sobre o “feminino”. Sendo essa uma edição que demonstrou estar atravessada por…