44ª Mostra SP: Filmes brasileiros

#eagoraoque, de Rubens Rewald e Jean-Claude Bernardet “Tal provocação recaía nos intelectuais – e por extensão em quem faz cinema – que são de esquerda, classe média, estão sempre querendo fazer a revolução, mas não têm vivência para além de sua classe social. Atualizando o debate, intrínseco em todas as cenas de #eagoraoque: o intelectual…

44ª Mostra SP: Experimentação em documentários

Ela Bittencourt* A atual pandemia nos proporciona algumas reflexões amargas. O ser humano parece mal equipado em sua capacidade de mostrar compaixão ou empatia para o outro. Além da angústia física causada pelo distanciamento social prolongado, ou a dor de perder pessoas queridas, há ainda nossa compreensão de que não cumprimos o desafio de vida…

44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Em um ano onde os festivais tiveram que se reinventar por conta da pandemia Covid-19 e inventar novos formatos para acontecer, a 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo aconteceu em formato inteiramente online. Nesta edição especial, o júri formado pelos críticos Ela Bittencourt, Francisco Carbone e Juliana Costa concedeu o Prêmio Abraccine ao…

Olhar de Cinema: Diversidade de Corpos

Stephania Amaral* Os longas da Mostra Competitiva selecionados pela curadoria do Festival Olhar de Cinema têm em comum o valor à diversidade dos corpos retratados, que em alguma medida lidam com isolamento ou invisibilidade social. O roteiro de Um filme dramático, de Eric Baudelaire, foi elaborado em conjunto por crianças francesas que contam sua rotina,…

9º Olhar de Cinema: Por Onde Voam as Feiticeiras?

“De uma forma inteligente, os diretores procuram contextos e conexões com o que está ocorrendo fora de seu epicentro, utilizando na montagem cenas de violência policial e passeatas pela igualdade de gênero não só do Brasil, como em outros países – lembrando que a inquietação por novos valores é universal. E cabe à intelectual norte-americana…

9º Olhar de Cinema: A Metamorfose dos Pássaros

“Ao transformar a trajetória de uma família comum em um exemplar de como o cinema pode ser um espaço (e ferramenta) de acolhimento, Vasconcelos entrega uma análise vívida e pessoal sobre como é importante acessar nossa ancestralidade e herança familiar para compreender e unir-se ainda mais àqueles que dividem essa jornada. Através do duplo olhar…

9º Olhar de Cinema: Mostra Competitiva

Los Lobos Boa parte da narrativa retrata o confinamento e a solidão dos meninos, brincando um com o outro e espiando a vida lá fora. Neste jogo interior/exterior, o filme equilibra uma notável tensão dramática, criando expectativas sobre a incursão deste mundo externo na vida dos meninos, este território por ora proibido e que encerra…

9º Olhar de Cinema: Muitos olhares

MOSTRA NOVOS OLHARES Agora Com tantas expressões artísticas em cena – poesia, canção, pintura, música, coreografia e outras – revelando-se pela dor, Agora fica como um (histórico) documento instigante a respeito do significou estar em dezembro de 2018 no Brasil com a compreensão do que nos aguardava.Por Luiz Joaquim Letra Maiúscula Por sua vez, os…

9º Olhar de Cinema: Algumas visões

MOSTRA FOCO Vento Seco O drama de uma existência homossexual nunca é ignorado – há menções a um assassinato homofóbico, há medo de assumir um romance gay, há a possibilidade da violência não fetichizada sempre à espreita, naquela cidade de interior. Mas o que predomina é a ternura entre os personagens, e ninguém parece minimante…

Dossiê: 48º Festival de Cinema de Gramado

Foi diferente, precisou de adaptações, mas o 48º Festival de Cinema de Gramado aconteceu em 2020, apesar da pandemia. Entre os dias 18 e 26 de setembro, as obras selecionadas para competitiva foram exibidas no Canal Brasil, tendo ainda exibições on-line de curtas, mostra gaúcha e os debates das competitivas. A Abraccine manteve sua parceria…

Tremor Iê: Contra o sistema

Por Cecilia Barroso Em um futuro distópico, um grupo de mulheres se une para combater a política de repressão e exclusão que domina em um governo que pode se comparar tanto ao ideário huxleyano quanto à atual realidade brasileira. A exposição da rebeldia contra o sistema num lugar de fortalecimento da sororidade, de acolhimento e…

Tremor Iê: Fábula distópica

Por Humberto Pereira da Silva* O cinema brasileiro mais recente talvez exija uma oxigenada. Uma abertura para novos experimentos, nova forma de olhar. O cinema da Retomada, e mesmo uma pós-Retomada, estabeleceu um padrão. E como todo padrão, joga com expectativas previsíveis e em certa medida, conformistas. Até certo ponto da Retomada, houve um boom…

Tremor Iê: O minimalismo do caos

Por Donny Correia* Brasil, um futuro distante. Distante? A ordem e a retidão religiosa tomaram conta das instâncias governamentais. O corpo policial foi substituído pelos “soldados do bem”, fiéis fardados que reprimem as contravenções com a palavra de Deus e o pesado cajado de Moisés. As ruas estão repletas de autofalantes que proferem mensagens de…

Tremor Iê: Estratégias do cinema

Por Luiz Joaquim* Quando exibido no programa Aurora da Mostra Tiradentes, em janeiro de 2019, Tremor Iê, de Elena Meirelles e Lívia de Paiva, foi projetado para uma Cine-tenda (cerca de 700 pessoas) lotada. Coletivo em diversos aspectos, o filme foi escrito a dez mãos, incluindo as de Deyse Mara, Lila M. Salú, Petrus de…