PINGO D’ÁGUA, de Taciano Valério

Por Antonio Carlos Egypto  Pingo D’Água tira o espectador completamente da área de conforto, na medida em que rompe com praticamente todas as expectativas que um filme pode gerar. A narrativa não segue um fluxo que tenha um rumo, conflitos com sentido ou a busca por denunciar ou solucionar algo, seja lá o que for.…