Livros Abraccine

Com apoio de editoras e patrocinadores, a Abraccine vem lançando periodicamente, desde 2016, livros inéditos sobre a atividade e com análise de filmes, buscando suprir a carência de informações sobre a história da crítica de cinema no Brasil e a diminuição de espaço na grande mídia. A linha editorial se debruça sobre duas coleções: “100 Melhores”, em parceria com Canal Brasil, que reúne ensaios sobre filmes nacionais de diferentes formatos e gêneros, envolvendo dezenas de críticos e professores de cinema, e “Pensadores do cinema”, homenagem da associação a nomes fundamentais no estudo do cinema no país. O planejamento editorial, no entanto, não se restringe a essas duas coleções, outros temas abordando a crítica e o cinema brasileiro como o livro “Trajetória da Crítica de Cinema no Brasil” lançado em 2019.

Confira os livros já publicados, clique no link para saber mais:

Coletânea Melhores:

mockup_100MAAnimação Brasileira – 100 Filmes Essenciais

Lançado em junho no Festival Annecy na França, o terceiro livro da série Melhores traz um ranking de cem animações brasileiras que marcaram a história do cinema nacional e ainda 20 artigos históricos que registram os principais movimentos e personagens da centenária história, iniciada com o curta-metragem “O Kaiser”, dirigido por Seth e lançado em fevereiro de 1917. Além de repetir a parceria com o Canal Brasil e a editora Letramento, o livro contou com a parceria da ABCA – Associação Brasileira de Cinema de Animação.
Comprar

livro

Documentário Brasileiro – 100 Filmes Essenciais

Lançado em outubro de 2017, o livro reúne 100 ensaios sobre documentários de diferentes épocas e formatos, escolhidos em votação realizada no primeiro semestre de 2017, com a participação de integrantes da Abraccine e convidados. Conta ainda com 20 textos sobre personagens e movimentos importantes na história do gênero no Brasil. A evolução do formato passa por Humberto Mauro, à frente do Instituto Nacional do Cinema Educativo (Ince), pelos fundadores do Cinema Novo e de realizadores que focaram suas câmeras para a problemática social do Nordeste. E o livro também se detém na representação das mulheres, dos negros, dos indígenas e da periferia no documentário e aborda a presença do gênero no desenvolvimento do cinema experimental, da Boca do Lixo e da videoarte.
Comprar

rosario (1)

100 Melhores Filmes Brasileiros

Primeiro livro da Abraccine, lançado em setembro de 2016 no Festival de Gramado, o livro reuniu textos dos mais importantes críticos e estudiosos de cinema em atividade sobre os filmes que mais se destacaram na história de nossa cinematografia, sem distinção de período, gênero ou metragem. São 100 autores, entre associados da entidade criada em 2011 e convidados, que buscaram um viés ensaístico, resultando em análises que certamente se tornarão referência no estudo dos filmes selecionados, partindo de “Limite”, a mais antiga produção presente na lista, lançada em 1931.
Comprar 

Pensadores do Cinema: 

Bernardet 80 – Impacto e Influência no cinema brasileiro

Capa_BernardetLançando outra linha editorial, o livro Bernardet 80 marcou os 80 anos de Jean-Claude Bernardet, um dos principais teóricos de cinema do país e do mundo. O livro, lançado em abril de 2017, propõe a retomada de suas reflexões pela voz de críticos, pesquisadores e cineastas diretamente influenciados por Bernardet, cujo livro “Brasil em Tempo de Cinema” completou meio século em 2017. E demonstra as ramificações desta influência através de artigos escritos por nomes ligados à realização (roteiristas, diretores), à academia (ex-alunos hoje exercendo a docência, a pesquisa e a crítica) e pesquisadores (teóricos no Brasil e no exterior). Ainda conforme os organizadores, o livro utiliza o termo “impacto”, que remete à ideia do choque de uma molécula contra outra, gerando uma terceira, para ilustrar o que acontece com o pensamento de Bernardet, sempre inovador, não raro polêmico.
Comprar 

 

 

 

Ismail Xavier: Um pensador do cinema brasileiro

ismael-xavier-e1563209119852.jpg

Segundo volume da coleção Pensadores de Cinema, o livro Ismail Xavier: Um pensador do cinema brasileiro marca os 70 anos do professor da USP, teórico e pesquisador, nome central da cultura cinematográfica no Brasil. Lançado em julho de 2019 e organizado por Fatimarlei Lunardelli, Humberto Silva e Ivonete Pinto a obra reúne 12 artigos de intelectuais, críticos e pesquisadores brasileiros e estrangeiros que examinam sua trajetória nas últimas cinco décadas. O livro apresenta a relação de Ismail Xavier com o cinema nacional, as conexões que estabeleceu entre cinema e literatura, os conceitos e teorias que desenvolveu, sua atuação como crítico, e por fim sua influência e legado. Da visão panorâmica do percurso de Ismail sobressai a qualidade de sua abordagem do cinema através da qual se expressa uma reflexão sobre o Brasil. Comprar

 

 

 

 

 

img-20190418-wa0015.jpgTRAJETÓRIA DA CRÍTICA DE CINEMA NO BRASIL
Organização de Paulo Henrique Silva
Editora Letramento

Lançado em junho de 2019, o livro é resultado de um trabalho inédito, reunindo pela primeira vez a história do início e do desenvolvimento do exercício da crítica de cinema em 23 dos 27 estados do país, incluindo o Distrito Federal. Neste levantamento, que envolveu 34 autores, é possível traçar uma trajetória comum, mesmo em lugares distantes do centro econômico, que começa concomitantemente à abertura das primeiras salas de exibição, no início do século passado, e prossegue com a criação de cineclubes, força-motriz do pensamento cinematográfico brasileiro nas décadas de 1930 a 1960, que acompanhavam os debates sobre a evolução da própria arte a partir dos movimentos do Neorrealismo Italiano e da Nouvelle Vague. Revistas e jornais dedicaram grande espaço à reflexão sobre o cinema, nacional e estrangeiro, e, não raro, a atividade crítica desembocava na produção de filmes. Nomes de referência internacional serviram como farol para várias gerações de críticos, entre eles Paulo Emílio Sales Gomes, presente em boa parte dos capítulos deste livro. A publicação também reúne artigos sobre a produção na internet, para onde a crítica vem migrando nos últimos anos; lança luz sobre o trabalho feito por mulheres; e registra a formação de associações de críticos. Organizado por Paulo Henrique Silva, presidente da Abraccine, e com apresentações de Jean-Claude Bernardet e Ismail Xavier, TRAJETÓRIA DA CRITICA DE CINEMA NO BRASIL é uma importante ferramenta para o estudo do cinema, da crítica e do jornalismo cultural no país. Comprar

Anúncios