Associação Brasileira de Críticos de Cinema elege os melhores filmes de 2017

MelhoresFace

Paterson, Martírio e Mamata são os destaques do ano segundo a Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine que acaba de anunciar o seu sétimo prêmio anual, relativo aos Melhores Filmes de 2017.

Assim como nos demais anos, os associados votaram em três categorias: Melhor Filme Nacional, Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Curta Nacional.

Na categoria de longas, concorreram todos os filmes lançados em circuito comercial no Brasil em 2017. Já na categoria Curta, somente filmes brasileiros exibidos durante o ano de 2017 em mostras, festivais e demais eventos cinematográficos.

Os vencedores do Prêmio Abraccine 2017 são:

MELHOR FILME BRASILEIRO:
“Martírio”, de Vincent Carelli, Ernesto de Carvalho e Tatiana Almeida.

MELHOR FILME ESTRANGEIRO:
“Paterson”, de Jim Jarmusch.

MELHOR CURTA METRAGEM BRASILEIRO:
“Mamata”, de Marcus Curvelo.

Paulo Henrique Silva, Presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema, afirma que “O Prêmio Abraccine marca o encerramento de um ano de muitas atividades da associação, voltadas para a divulgação da reflexão crítica no país. Os filmes lançados em 2017 refletiram diversas inquietações da sociedade atual e o resultado do prêmio é um exemplo disso”.

Fundada em julho de 2011, a Abraccine conta hoje com uma centena de associados em 16 estados brasileiros, com a missão de promover formas de pensamento crítico, reflexão e debates, e trabalha pela inserção da crítica nos mecanismos de discussão das políticas pelo cinema brasileiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s