Tonacci, cinema dos grandes

José Geraldo Couto* Hoje é preciso falar de Andrea Tonacci (1944-2016), o imenso cineasta que acaba de nos deixar. Num ano de graves perdas para o cinema brasileiro, esta foi uma das mais cruéis, pois Tonacci vivia uma fase de grande energia e criatividade, com vários projetos em mente ou em andamento. Muito querido por…

O mundo vertiginoso de Abbas Kiarostami

José Geraldo Couto* Quando o cineasta iraniano Abbas Kiarostami surgiu aos olhos do mundo com filmes como “Onde fica a casa do meu amigo?” (1987) e “Close-up” (1990), houve quem se apressasse em dizer que seu sucesso no circuito dos festivais se devia a uma curiosidade pelo exotismo. O tempo provou que esses críticos estavam…

Dossiê/Balanço do “45º Festival do Cinema Brasileiro de Brasília” + Especial (Seminário Paulo Emílio e a Crítica Cinematográfica)

Por Ivonete Pinto Pernambuco ataca O 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro exibiu em competição nada menos do que sete filmes de Pernambuco: três longas de ficção, um documentário e três curtas.   Não concorrendo, ainda havia O Som ao Redor, de Kléber Mendonça Filho, na mostra Panorama Brasil. Esta invasão pernambucana faz lembrar que…