Relatório da 41ª Mostra de São Paulo

Daniel Medeiros* Ao longo da 41ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, o Júri da ABRACCINE avaliou um total de 11 filmes brasileiros realizados por diretores estreantes. O relato que se segue é uma avaliação pessoal sobre cada um desses filmes, começando por um que me agradou muito: “O Beijo no Asfalto”, nova adaptação…

Anatomia da melancolia

Rosane Pavam* Dizer sem sombras. Dizer, simplesmente, a partir da realidade que percebemos e nos percebe. Nossos primeiros diretores de longas-metragens almejam ao eterno a partir do instante. Seus onze filmes, exibidos durante a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, são ensaios de micro-história sobre a herança emotiva de um país. Ao assistir a…

O jovem Karl Marx

Neusa Barbosa* O celebrado diretor do documentário Eu não sou seu negro, o haitiano Raoul Peck, volta com um inspirado drama biográfico, sobre os anos de juventude de dois homens que mudaram o mundo: Karl Marx e Friedrich Engels. No roteiro, assinado por Peck e Pascal Bonitzer, Marx (August Diehl) é um jovem de menos…

Temporada de Caça

Luiz Vita* Depois de dirigir três curtas, a diretora argentina Natalia Garagiola faz sua estreia em longas com um drama maduro sobre o difícil relacionamento entre pai e filho, tendo como cenário o ambiente primitivo de uma Patagônia nem um pouco acolhedora, mais próxima de estimular uma catarse agressiva em personagens obrigados a conviver nesse…

Cadeiras Brancas

Rodrigo Zavala* Mat (Matthew Joils) e Emily (Emily Hurley) são dois jovens de Christchurch, Nova Zelândia, que divagam sobre seu isolamento social e perda de perspectivas, nesta produção do cineasta iraniano Reza Dormishian (de Eu Não Estou Com Raiva e Lanturi). Usando um encadeamento linear de fotos com vozes em off, em vez de uma…