Prêmio Abraccine no 17º Fest Aruanda

O Júri da Abraccine no 17º Fest Aruanda foi composto pelos críticos Ailton Monteiro, Renato Félix e Kalyne Almeida (convidada). O festival aconteceu de 1º a 7 de dezembro de 2022, em João Pessoa, na Paraíba.

O prêmio de Melhor Longa ficou com “Fausto Fawcett na Cabeça”, de Victor Lopes, enquanto o prêmio de Melhor Curta foi para “Carta para Glauber”, de Gregory Baltz.

Leia as justificativas do júri:

MELHOR LONGA: “Fausto Fawcett na Cabeça”, de Victor Lopes

Divulgação

É um registro em que diretor e personagem compõem um reflexo do espírito singular do artista. Sua trajetória é contada enquanto o presente é elaborado diante das câmeras, se tornando uma nova obra de Fausto Fawcett.

MELHOR CURTA: “Carta para Glauber”, de Gregory Baltz

Divulgação

Algo tão “fora de moda” como uma carta é trazida do passado pelo cinema como uma cápsula do tempo que guarda uma manifestação de afeto, uma síntese histórica do golpe de 1964 e uma crítica cinematográfica. As imagens dos filmes de Gustavo Dahl e Glauber Rocha são a materialização da presença dos amigos cineastas: remetente e destinatário.

Júri Abraccine na premiação do 17º Fest Aruanda: Ailton Monteiro, Renato Félix e Kalyne Almeida.
Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s