Testemunhas ou cúmplices?

por Nayara Reynaud* Presente na competição internacional de longas e médias-metragens da 24ª edição do É Tudo Verdade, depois de estrear e ser premiado no festival tcheco de Karlovy Vary, o documentário Testemunhas de Putin (2018) traz registros únicos sobre a subida do presidente russo Vladimir Putin ao poder, pela primeira vez. No entanto, é…

“SOLDADOS DA BORRACHA”, UM HOLOCAUSTO TROPICAL.

Por Celso Sabadin. É incrível como todo e qualquer filme sobre as injustiças, desmandos e maracutaias perpetradas no Brasil de antigamente ganham – neste atual desgoverno lunático – proporções contemporaneamente avassaladoras. É o caso de “Soldados da Borracha”, genial documentário selecionado para esta 24ª edição do Festival É Tudo Verdade. O longa é basicamente dividido…

Agnès Varda (1928-2019)

Um dossiê de Agnès Varda não poderia ser tradicional. A melhor forma de homenagear uma cineasta pioneira é trazendo reflexões diversas em mídias igualmente diversas. Por isso, abrimos com dois capítulos do podcast Feito por Elas com a participação de Isabel Wittmann e Camila Vieira, críticas da Abraccine: O segundo episódio faz parte da campanha #OPodcastÉDelas, criada…

As Praias de Agnès, uma geografia afetiva

Luiz Zanin* Agnès Varda foi o solitário nome feminino a penetrar no Clube do Bolinha dos diretores da nouvelle vague francesa. Não apenas. Ela foi uma espécie de precursora do movimento com seu filme La Pointe Courte (1954), nome de uma localidade à beira-mar, na Riviera, a qual, em meio a uma história de amor,…

Agnès Varda, a catadora de imagens

Luiz Zanin* Em seu documentário As Praias de Agnès (2008), a diretora belgo-francesa Agnès Varda traça um panorama real (e imaginário) da sua trajetória. Tanto de vida como cinematográfico. Mesmo porque, no artista, as duas dimensões se confundem. No filme (lançado em ótima cópia em DVD pelo Instituto Moreira Salles), Varda fala da influência das…

Melhores 2018 – Roma

O Melhor Longa Metragem Estrangeiro de 2018 segundo a Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine foi Roma de Alfonso Cuarón, escolhido pelos associados entre todos os filmes lançados no país durante o ano, incluindo em streaming e os lançados na TV por assinatura. Sobre Roma (clique no nome para ler o texto completo): “Mas…

Roma

Por Luciano Ramos A Roma deste filme não é aquela chamada de a “Cidade Santa”. Mas, de fato, um determinado bairro da Cidade do México, que o cineasta Alfonso Cuarón escolheu para ambientar e dar nome a este seu magnífico trabalho. Porque ele teria escolhidos os locais e o nome? O próprio filme vai dizer.…

O olhar dos outros

Roger Lerina* A despeito da heterogeneidade dos 17 títulos avaliados pelo júri do Prêmio Abraccine na 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, algumas tendências e linhas de força puderam ser percebidas entre esses primeiros filmes de realizadores brasileiros – recorte estipulado para o julgamento dos cinco integrantes da Associação Brasileira de Críticos de…

O cinema, a política e a poética

Isabel Wittmann* Entre cada sessão, os encontros fugazes acompanhados de breves palavras pesarosas que escapam pelos lábios. Na convergência de pessoas, olhares se cruzam e comentários misturam as obras vistas com os acontecimentos concomitantes. Entre o dia 18 e 31 de outubro ocorreu a 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. O senso de…

51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Festival mais antigos e dos mais importantes do cenário brasileiro, o Festival de Brasília é sempre marcado por posicionamentos políticos e filmes de grande impacto. Um retrato do país no momento que nos faz sempre ficar atentos para a apreciação das obras e debates que levanta. Realizado entre os dias 14 e 23 de setembro…