Dossiê Premiações: Oscar

Dossiê Abraccine traz os filmes vencedores das principais premiações (fora de festivais) do ano: Oscar, César, BAFTA, Goya, London Critics’ Circle Film Awards, Critics’ Choice Awards, Independent Spirit Awards, Globo de Ouro.

oscar

O grande vencedor do Oscar 2018, com treze indicações quatro estatuetas (Melhor Filme, Melhor diretor,  Melhor Design de Produção  e Melhor Trilha Sonora) foi “A Forma da Água” de Guillermo del Toro em uma cerimônia sem surpresas, como destacou Neusa Barbosa.

Sobre A Forma da Água (clique no nome para ler o texto completo):

“O resultado – embora sempre simpático e quase sempre encantador – parece artificial. O problema passa longe de falta de talento. Na verdade, há talento de sobra nesse projeto. A questão é que sobra por toda parte. O excesso incomoda, seja visual, seja de tom.” Chico Fireman

“Ainda que seja, na sua essência, um filme de monstros, A Forma da Água não é indicado apenas para quem gosta de terror; é indicado para quem gosta de cinema. É uma homenagem prestada por um apaixonado, para outros apaixonados.” Daniel Medeiros

“De modo geral, em pleno 2018, Del Toro nos coloca numa cápsula do tempo, nos levando a um tempo que começa já a se mostrar saudosista, e faz d’A forma da água, ele próprio, um elemento saudosista. Talvez tenha a ver com a generosidade e delicadeza de Elisa em perceber beleza por trás do grotesco. Simples assim.” Luiz Joaquim

“Através de um romance que é desenvolvido sem diálogos, mas cheios de emoção, o filme de Guillermo Del Toro é uma obra-prima capaz de deixar o espectador sem palavras. Mas com lágrimas nos olhos e a pele arrepiada. Sua trama onírica salienta o ato de aceitar as diferenças de todos, igualmente.” Daniel Herculano

“O filme atrai, agrada, mesmo a quem não faz conjecturas ou associações e curte simplesmente a história de amor e o suspense da narrativa. Ou se encanta com a linda trilha sonora de Alexandre Desplat, já premiada, assim como o diretor del Toro, com o Globo de Ouro 2018.” Antonio Carlos Egypto

“Uma jornada visual incrível, com uma boa atmosfera construída e uma clara intenção política no tema. Um filme com a cara de Guillermo del Toro. Ainda assim, o roteiro parece frágil em algumas escolhas, não aprofundando suas personagens quanto poderia para deixá-lo na superfície da fábula e suas metáforas. ” Amanda Aouad 

“Assim, A Forma da Água não é tanto uma ficção científica ou um filme de monstro tradicionais. Testado em suas intolerâncias, cabe ao espectador embarcar ou não nessa fantasia romântica, com uma dose forte de nostalgia.” Renato Félix

Para finalizar, um programa sobre A Forma da Água com a participação dos membros da Abraccine Edu Fernandes e Suzana Uchôa Itiberê.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s