Abraccine elege nova diretoria

Em assembleia geral nesta segunda-feira (19), durante o 47° Festival de Cinema de Gramado, a Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine elegeu a nova diretoria para o biênio 2019-2021. 

47º Festival de Cinema de Gramado - Diretoria eleita para o biênio 2019/2021 (Da esquerda para a direita: Carlos Heli, Ivonete Pinto, Paulo Henrique Silva, Neusa Barbosa, Fatimarlei Lunardelli e Luiz Joaquim) - Foto: Cleiton Thiele / Agência Pressphoto

Da esquerda para a direita: Carlos Heli, Ivonete Pinto, Paulo Henrique Silva, Neusa Barbosa, Fatimarlei Lunardelli e Luiz Joaquim. Foto: Cleiton Thiele / Agência Pressphoto

Foram eleitos os críticos:

Diretoria
Presidente – Ivonete Pinto (RS)
Vice-Presidente – Luiz Joaquim (PE)
Secretária-geral  – Amanda Aouad (BA)
Primeiro secretário–  João Nunes (SP)
Primeiro tesoureiro –  Gabriel Carneiro (SP)
Segunda tesoureira –  Cecilia Barroso (DF)

O Conselho Fiscal será composto pelos críticos Paulo Henrique Silva (MG), Fatimarlei Lunardelli (RS), Neusa Barbosa (SP), Chico Fireman (SP), Pedro Azevedo (CE) e Carlos Heli (RJ).

A presidente eleita, Ivonete Pinto, é editora da revista Teorema, doutora em cinema pela ECA/USP e professora do curso de cinema da Universidade Federal de Pelotas. Seu vice, Luiz Joaquim, é editor do site Cinema Escrito, mestre em comunicação pela UFPE e professor de cinema e audiovisual nas Faculdades Integradas Barros Melo – Aeso.

Entre as pautas da nova gestão, Ivonete destaca uma política de inclusão para aumento da representatividade regional de críticos, pois ainda há uma grande concentração nas regiões Sul e Sudeste. “Há uma maior sensibilidade também quanto à necessidade de filiação de mais mulheres. Temos um grupo feminista forte nesta diretoria e de alguma maneira isto vai se refletir para melhorarmos o percentual de mulheres críticas, pois hoje somos menos de 25% na associação”, afirmou Ivonete. 

Uma situação ainda mais grave é a da diversidade de raça e a mudança desta realidade também está entre as prioridades da nova diretoria, como afirmou Luiz Joaquim: “A nova gestão da Abraccine vai continuar trabalhando, como não poderia deixar de ser, para tornar a associação cada mais vez mais inclusiva. Por entendermos que todas as vozes merecem igual espaço, queremos que a ótica de classes historicamente oprimidas, como a da cultura negra, se faça mais presente em nossa entidade”.

Criada em 2011, a Abraccine é a primeira associação nacional de críticos. O primeiro presidente foi o crítico paulista Luiz Zanin Oricchio, sucedido por Paulo Henrique Silva, de Minas Gerais. Nestes pouco mais de oito anos de atividade, conquistou o reconhecimento da classe cinematográfica e dos principais festivais de cinema do país, onde coordena os júris da crítica, além de promover debates e mostras especiais.

Filiada à Fipresci (Federação Internacional de Críticos de Cinema), a Abraccine vem se dedicando também à divulgação e reflexão do cinema brasileiro através da publicação de livros sobre a atividade e com análise de filmes, buscando suprir a carência de informações sobre a história da crítica de cinema no Brasil, contornar a diminuição de espaço na grande mídia e dar visibilidade aos profissionais da área.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s