31º Cine Ceará: presença feminina

*Vitor Búrigo Para sua 31ª edição, que aconteceu em formato híbrido, o Cine Ceará exibiu curtas e longas em competição e também em sessões especiais. Na Mostra Competitiva Ibero-americana de longa-metragem foram apresentados seis títulos inéditos no Brasil, entre eles, A Praia do Fim do Mundo, de Petrus Cariry, vencedor do Prêmio Abraccine. Rodado na…

31º Cine Ceará: (r)existir na ruína

*Pedro Azevedo Filmar a ruína não é exatamente um dado novo na filmografia de Petrus Cariry. Em “Mãe e Filha”, filme de 2011, o realizador cearense registra a cidade fantasma de Cococi (no sertão dos Inhamuns) num gesto que se aproxima de uma certa arqueologia dos escombros. Em “A praia do fim do mundo”, seu…

25º Cine PE: De deslocamentos e apagamentos, nos corpos e nos espaços

*Francisco Carbone Curadorias pensam recortes específicos para seus pensamentos coletivos na hora de unir um grupo de produções para um festival. Ainda que estejam reféns de inscrições e da própria produção cinematográfica da temporada, há de se encontrar em um olhar plural uma discussão temática que muitas vezes atravessa os quereres do trabalho empreendido. Como…

"A Praia do Fim do Mundo" (2021), de Petrus Cariry - Divulgação

Prêmio Abraccine no 31º Cine Ceará

O Júri da Abraccine no 31º Cine Ceará foi composto pelos críticos Pedro Azevedo (presidente), Robledo Milani, Vitor Búrigo, Mylena Gadelha (Aceccine) e Daniela Dumaresq (convidada/Cinema – UFC). O festival aconteceu de 27 de novembro a 3 de dezembro de 2021, em Fortaleza. O prêmio de Melhor Longa ficou com “A Praia do Fim do…