Lav Diaz: “críticos são, a seu modo, cineastas”

Bruno Ghetti * O diretor filipino Lav Diaz é daquelas figuras fáceis nos festivais de cinema, mas com penetração mínima no circuito comercial. Por razões estéticas, sem dúvida: seus filmes têm poucas falas, tomadas longas, planos afastados dos personagens e temas em geral tidos pelo grande público como excessivamente “complexos”. Mas há um outro elemento…

Martírio

Chico Fireman * É muito provável e muito lamentável que “Martírio” nunca seja lançado no circuito comercial. Provável porque o documentário indigenista de Vincent Carelli é um filme grande (cerca de duas horas e quarenta minutos de registros de massacres de tribos no Mato Grosso) e, principalmente, porque é um filme imenso, muito além de…

Animais Noturnos

Antonio Carlos Egypto* O filme “Animais Noturnos” focaliza a personagem Susan (Amy Adams), sua galeria de arte e seu marido, com quem visivelmente ela mantém um relacionamento distante e conturbado.  Pouco afeto e pouco interesse em investir na relação parecem existir ali.  Ela tenta algo, mas não encontra ressonância nele que, uma vez mais, parte…

Belos Sonhos

Antonio Carlos Egypto* Filme de abertura da 40ª. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, “Belos Sonhos”, de Marco Bellocchio, é um trabalho forte, intenso e honesto. É baseado no romance autobiográfico do jornalista e dirigente do jornal La Stampa, Massimo Gramelline. A trama começa por nos mostrar o trauma original da vida do menino…

Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé

Bruno Ghetti* Os tempos atuais não estão muito para moderação, e nesse sentido é essencial que apareçam filmes como “Era o Hotel Cambridge”. O longa de Eliane Caffé resgata um tipo de cinema abertamente partidário, combativo – quase “de tese”. No caso, a tese de que pessoas a quem a sociedade nega possibilidades de moradia…

A Criada

Marcelo Müller * Cineasta acostumado a estudar os efeitos da violência, decorrências de situações extremas e geralmente mostradas sob o impacto de cenas fortes, o sul-coreano Chan-wook Park aparenta mais inclinação às coisas do amor em “A Criada”. Isso é evidenciado não apenas pelos rumos que a trama toma na sua primeira metade, mas também…