44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Em um ano onde os festivais tiveram que se reinventar por conta da pandemia Covid-19 e inventar novos formatos para acontecer, a 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo aconteceu em formato inteiramente online. Nesta edição especial, o júri formado pelos críticos Ela Bittencourt, Francisco Carbone e Juliana Costa concedeu o Prêmio Abraccine ao documentário Êxtase.


JUSTIFICATIVA

Pela inventividade com que equilibra o corpo fílmico e o corpo físico, trazendo novas texturas para um tema raro no cinema brasileiro e ampliando as possibilidades do documentário, o júri da crítica ABRACCINE, premia o filme Êxtase, de Moara Passoni.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s