Prêmio Abraccine no 28º Cine Ceará

juri1

Entre os dias 04 e 11 de agosto foi realizado o 28º Cine Ceará. O júri da crítica organizado pela Abraccine, formado por Daniel Oliveira (presidente), Bruno Carmelo, Marina Rossi, João Paulo Barreto e Jaime E. Manrique, da Colômbia, elegeu o longa-metragem Petra de Jaime Rosales e o curta-metragem Nova Iorque de Leo Tabosa como os melhores do festival.

Justificativas: 
MELHOR LONGA
PETRA, de Jaime Rosales
Pela elegância e pela competência técnica no casamento entre câmera e atuações, para subverter a linearidade da narrativa clássica, sem nunca se amparar nas surpresas da trama, nem deixar de seduzir e envolver o público com seus riscos formais, o Prêmio Abraccine de Melhor longa-metragem vai para PETRA, de Jaime Rosales.

MELHOR CURTA-METRAGEM
NOVA IORQUE, de Leo Tabosa
Pelo equilíbrio entre a construção lúdica da infância e a aspereza atrelada à perda da inocência. E pela organicidade dos trabalhos de fotografia, som e direção de arte, além da criatividade narrativa de seus quadros, o Prêmio Abraccine de Melhor curta-metragem vai para NOVA IORQUE, de Leo Tabosa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s